Do louco

“Louco não é um homem que perdeu a razão. Louco é um homem que perdeu tudo, exceto a razão.” (G. K. Chesterton – Ortodoxia pg.34)