“Por muitos anos eu procurei por ele”

“Por muitos anos eu procurei por ele, e finalmente eu o encontrei em um clube. Eu ouvi dizer que ele estava em todos os lugares; mas quase comecei a pensar que ele não estava em lugar algum. Me garantiram que havia milhões dele; mas antes de minha última descoberta eu tendia a acreditar que não havia nenhum. Depois de minha última descoberta eu tenho certeza de que há um; e tendo a acreditar que há muitos, digamos, algumas centenas; mas infelizmente a maior parte deles está ocupando posições importantes. Quando digo ‘ele’, quero dizer o completo idiota”.

G. K. Chesterton, “The Fool”, em A Miscellany of Men.