Recente descoberta renova a fé de muitos

Pelo Facebook, após uma conversa em certa notícia da Globo.com, um leitor me questiona: “Não vai comentar nada sobre o Bóson de Higgs?”.

Júlio, a fé de muitos foi renovada nesta semana, explico o motivo. Certa vez assisti um documentário em que a física quântica (sim, essa mesma) era colocada como a precursora do “pensamento atrativo”, uma “força inovadora e criativa do Universo”, um “atrativo da felicidade” e outras frases extremamente racionais. Se você é um cientista, não se anime: não dou 1 ano (sendo otimista) para lançaram “Mente, Bóson de Higgs e o Universo que te abraça” ou, ainda, “Aproxime-se do Universo com a nova técnica de Higgs”.

Pior ainda, e como a sentença final do machado que escalda a cabeça do homem racional-sistemático-iluminista, um “The Secret – Edição Especial Bóson de Higgs na Lei da Atração”, com direito a capa de couro e letras douradas.

Penso até em lançar um livro que irá abalar as estruturas da humanidade: “Reflexões universais e irrefutáveis sobre o Bóson de Higgs – Criando do nada o seu carro dos sonhos”.

Tiro e queda.

Mas falemos do que importa. Amanhã, dia 7, a luta do século finalmente irá acontecer: