Moribundas

No Expectivas:

“Desidério Murcho faz uma crítica às crenças e depois diz implicitamente que o aquecimento global não é necessariamente uma crença. Talvez não lhe passe pela cabeça que o aquecimento global seja uma espécie de religião imanente, ou até uma adaptação actualizada das religiões da Mãe-Terra do neolítico.

Mesmo que existam, de facto, mutações climatéricas — e não “aquecimento global” propriamente dito — no planeta, isso não é razão para transformar esse fenómeno absolutamente natural e historicamente recorrente em uma religião imanente que substitua outras moribundas, como por exemplo, o marxismo. Peter Singer defende a ideia de que os marxistas deveriam abandonar provisoriamente o marxismo e abraçar o neodarwinismo e o aquecimentismo. E os escândalos das estatísticas aquecimentistas forjadas em Inglaterra falam por si.”

Agora, leia esta pérola de Genésio Darci.

Faço minhas ponderações em outro momento.

Agora, apenas note que Peter Singer é aquela figura que defende o vegetarianismo como “a dieta da sustentabilidade global”. Como nunca diferentes rédeas estão se unindo na cabeça do mesmo cavalo.