O jovem convicto e insistentemente ansioso por milagres

O jovem convicto e insistentemente ansioso por milagres, impetuosamente piedoso que maravilhado nas manifestações animalescas sente-se regrado pela poderosa rédea do positivismo; o jovem caridoso e debruçado no veludo do literalismo, dado à descoberta constante de novéis movimentos anti-institucionais, mas devidamente frequentador esporádico das muambas da balbúrdia espirituosa; o jovem invicto nas expectativas da Fé e dado às coletividades de orações afirmativas e naturalmente divinas;  este Jovem nunca leu O Anticristo, de Nietzsche.

Ainda há tempo para qualquer remissão.