O igualitarismo inclina-se ao divino

De certo que a mente igualitária não se submete somente às relações físicas e materiais: o igualitarismo inclina-se ao divino, e de seus intentos eis que aflora da cinza humanista o deus que se rebaixa à insignificância humana. Ao fenômeno, nomearam-lhe “o Deus humanizado”.

Interessa-me saber que as coincidências são, antes, prerrogativas. Se o ativismo reflete a intelectualidade diminuta, que não entende a filosofia, intrigante que em número elevado são aqueles que, antes de “humanizar Deus”, eram ativistas da causa cristã, precisamente, da causa evangélica.

De menor valia é aquele que é partidário e, pela sua fantástica aceitação da realidade ofertada, afasta-se do conforto de seus intentos por desilusões, geralmente oriundas da ingenuidade, que hão de transfigurá-lo à oposição inevitável daquilo que antes amava.