Todos os homens ativos

O fruto legítimo, o fruto natural da consciência é a inércia: cruzam-se os braços com conhecimento de causa. Já falei disso. Digo e repito com insistência: todos os homens simples e sinceros, todos os homens ativos, são ativos justamente porque são obtusos e medíocres.

Dostoiévski, em Memórias do Subsolo